Telhados Frios

Cool Roofs

Os telhados frios são uma forma de baixo custo para reduzir a energia necessária para resfriamento. Foto por 350.org licenciada sob creative commons

Os telhados frios refletem calor solar e emitem a radiação absorvida. Deste modo, reduzem a quantidade de calor solar transmitida ao edifício, ajudando a manter a temperatuda do edificio baixa.

Os telhados frios têm custos de instalação relativamente baixos e podem reduzir significativamente a carga de arrefecimento  nas áreas sob o telhado. A economia no custo de refrigeração associada a telhados frios é da ordem de 20% [1].

Os telhados frios também podem prolongar a vida dos materiais de cobertura e ajudar a reduzir os efeitos de ilha de calor urbano.

Os telhados frios não precisam ser da cor branca – existem vários pigmentos frios que refletem luz próxima ao intervalo infra-vermelho do espectro solar. Os telhados verdes utilizam plantas na cobertura de telhados – embora não reflexivos, proporcionam a mesma economia que os telhados frios.

De um modo geral, em áreas onde não é necessário o aquecimento no inverno, os telhados frios proporcionam economias de custo. Deste modo, devem ser fortemente considerados para edifícios no Rio de Janeiro.

Tipos de Telhados Frios

Os telhados frios para edifícios comerciais e industriais geralmente se enquadram em uma das três categorias:

  • Telhados feitos a partir de materiais inerentemente frios como o vinil branco
  • Telhados revestidos com um material refletor solar
  • Telhados verdes, que utilizam plantas e substrato orgânico para as coberturas e que promovem resfriamento por evapotranspiração

Recursos para Telhados Frios

Referência

  1. “Cool Roofs : City of Melbourne Research Report,” 2011. [Online]. Disponível em: http://www.melbourne.vic.gov.au/Sustainability/CouncilActions/Documents/Cool_Roofs_Report.pdf. [Accessado em: 08-Nov-2012].